Pular para o conteúdo principal
SOS Mulher: governo de SP lança app para denúncia de violência

SOS Mulher: governo de SP lança app para denúncia de violência

A tecnologia é uma ferramenta que pode auxiliar no combate a violência, e o Governo do Estado de São Paulo lançou em Março de 2019 o aplicativo SOS Mulher, que acelera o atendimento de denúncias de quebra de medidas protetivas. Ele atende mulheres, crianças e homens que tenham medidas protetivas emitidas pelo Tribunal da Justiça de São Paulo (TJSP).

Segundo os últimos dados disponíveis, o Brasil ocupa a 5ª posição no ranking de feminicídio mundial. As elevadas estatísticas de violência contra a mulher demandam que iniciativas sejam tomadas para combater a violência crescente. Em pesquisa referente ao ano de 2018, realizada pelo Datafolha e pelo Fórum Brasileiro de Segurança Pública, 9 mulheres foram vítimas de algum tipo de violência a cada minuto de 2018

 

Aplicativo SOS Mulher: funcionamento

Após fazer o download do aplicativo na sua loja de apps do Android ou iOS, a pessoa com medida protetiva deverá efetuar um cadastro, que será conferido com as informações do Tribunal da Justiça de São Paulo (TJSP). Depois que a ferramenta confirmar os dados, o aplicativo poderá ser utilizado para agilizar o atendimento das ocorrências.

Depois dessa confirmação, quando o botão dentro do aplicativo é pressionado por alguns segundos, uma ocorrência de Risco de Integridade Física é gerada automaticamente pelo Centro de Operações da Polícia Militar (Copom). 

Através das coordenadas geográficas da pessoa que utilizar o aplicativo, será designada a viatura mais próxima do local para atender ao chamado.

O 190 segue disponível para esse tipo de denúncia, mas o aplicativo permite mais agilidade e também é útil caso a vítima esteja com medo de fazer uma ligação.

Para encontrar a delegacia mais próxima da sua localização, você pode conferir a lista com horário de funcionamento, endereço e telefone aqui.

 

Outros aplicativos para denunciar violência

  • Mete a Colher

Quem enfrenta um relacionamento abusivo sabe o quão difícil pode ser encontrar força e apoio para superar a situação. A Mete a Colher é uma startup que nasceu em 2016, com a meta de criar uma rede de apoio para que as mulheres consigam sair desses relacionamentos. 

O aplicativo conecta mulheres que precisam de apoio com outras que podem apoiar, através de conversas, ajuda jurídica ou auxílio na inserção da mulher no mercado de trabalho.

O aplicativo está disponível na loja de aplicativos do sistema Android e iOS.

  • HelpMe

O aplicativo foi criado em 2015, para denunciar a violência, principalmente abuso contra integridade física em trens e metrôs, contando com opção de envio automático da mensagem para pedir socorro aos órgãos responsáveis de cada um dos transportes públicos. 

O aplicativo também possui uma sirene, que ao ser acionada pode inibir abusadores, por chamar a atenção de todos os passageiros.

Após as últimas atualizações, o app também permite acompanhar situação das linhas, e inclusive permite gerar um aviso de que você vai se atrasar para um compromisso em função de problemas técnicos.

Disponível para Android e iOS, na App Store o aplicativo aparece com o nome de “Metrô Conecta – Alternativa”.

  • Clique 180

Disponível apenas para o sistema operacional Android, o app foi desenvolvido para ajudar mulheres  no entendimento sobre abuso sexual, violência doméstica e sobre o que diz a Lei Maria da Penha. Também disponibiliza um link direto para o número 180, que é a Central de Atendimento à Mulher.

 

Além da violência física existe também a praticada no meio digital, que causa danos igualmente profundos. Se você foi vítima de Pornografia de Vingança, um tipo de cyberbullying, saiba como denunciar o crime e onde buscar ajuda:

Pornografia de vingança: como denunciar e onde buscar ajuda.